Segunda-feira, Fevereiro 19, 2007  

PUBLICAÇÕES
Revista "Seriados de TV - Número 5" e Revista "Mundo dos Super-Heróis 3"

A revista "Seriados de TV" já está nas bancas com seu quinto número. Nesta edição há uma extensa reportagem sobre o seriado "Heroes", sobre os seriados "House", "MacGyver", "Lost", entre outros, além de uma ótima matéria sobre os estúdios Hanna-Barbera.
Pela Editora Europa também está nas bancas a terceira edição da revista "Mundo dos Super-Heróis" trazendo nesta um dossiê super completo sobre o Batman. A primeira edição trouxe sobre o Superman e a segunda edição sobre o Homem-Aranha. Para quem curte o universo dos super-heróis não deve deixar de ler.

posted by Toontown | 9:46 PM | Comentários:


Quarta-feira, Fevereiro 07, 2007  

DUBLADORES

MEL BLANC (Melvin Jerome Blanc)
Nascimento: 30 de Maio de 1908, São Francisco, Califórnia
Morte: 11 de Julho de 1989, Los Angeles, California

Mel Blanc era dono de uma voz versátil. Não é por menos, ele foi o responsável pela dublagem dos mais variados personagens dos desenhos animados. Foram mais de 3.000 em 60 anos de carreira.

Blanc entrou para o mundo do entretenimento tocando tuba, violino e contra-baixo para a orquestra da Rádio NBC. No ano de 1933, juntamente com sua noiva, Estelle Rosenbaum, estrearam um programa de rádio. Programa que serviu como trampolim para dar início a sua vida de dublador. Entre 3 de setembro de 1946 e 24 de junho de 1947, a radio CBS transmitiu o "Mel Blanc Show". Após 18 meses com o programa de rádio, Blanc conseguiu um teste nos estúdios da Warner Brothers. No ano de 1936, ele ingressou nos estudios Leon Schlesinger, uma subdisiária da Warner Brothers Pictures responsável pela produção de curtas animados. O desenho "Porky´s Duck Hunt", de 1937, marcou o início da fase de ouro do dublador. Ele acabou sendo o responsável pela dublagem dos mais variados e importantes personagens do estúdio.



Durante toda sua carreira Mel Blanc era ciente do seu talento e o protegia com base nos direitos de exibição de imagem. Naquela época - e hoje ainda - os créditos de dublagem aparecem somente no fim do desenho. Porém em 1944, Blanc colocou em seu contrato uma uma clásula que estipulava que nos créditos iniciais aparecesse "caracterização de voz por Mel Blanc". Outros dubladores da Warner, como Arthur Q. Bryan que fazia - e que chegava a trabalhar junto com Blanc - o personagem Hortelino Troca-Letras (Elmer Fudd), não tinha o nome incluído nesses créditos. Mel era uma exceção notável.

Em algumas ocasiões ele precisou utilizar dos direitos de imagem e chegou a entrar com um processo contra Walter Lantz. Para aqueles que não sabem, Mel Blanc foi o criador da famosa risada do Pica-Pau. Alguns dizem que a risada foi uma readaptação da voz do coelho Happy Rabbit - que mais tarde viria ser o Pernalonga. Porém Blanc assinou um contrato de exclusividade com a Warner Bros e deixou de fazer o passarinho da Universal, sendo substituído por outros dubladores. Em 1947 ele processou Lantz para ter direitos sobre sua criação mas perdeu o caso.

Em 24 de Janeiro de 1961, Mel Blanc sofreu um acidente de carro, ficando com várias fraturas e em coma por três semanas. Em sua autobiografia, Blanc conta que o médico responsável ajudou ele a sair do coma fazendo-o falar como o coelho, quando ele perguntava - Como você está hoje, Pernalonga? - e Blanc respondia na célebre voz que ele criou. Ainda no hospital, Blanc gravou algumas vozes para Pernalonga, Barney Rubble e Dino dos Flinstones, tendo o microfone suspenso sobre sua cama. Mais tarde sua residência foi equipada para ele trabalhar nela enquanto se recuperava.
No tempo em que ele ficou impossibilitado de trabalhar, Daws Buttler fez a voz de Barney para os estúdios da ABC.

Para os estúdios Hanna-Barbera, Blanc fez outra vozes como o Mr. Spacely em "The Jetsons", Chug-a-Boom da Corrida Maluca, o Capitão Caverna, entre outros. Nos estúdios da MGM participando dos desenhos do "Tom and Jerry" dublando o ratinho Jerry e até nos estúdios da Disney, dublando o gato Gedeão em Pinnocchio.
O seu último trabalho - quando vivo - foi no desenho "Uma Cilada Para Roger Rabbit - "Who Framed Roger Rabbit?". Depois de morto Blanc ainda "participou" dos inéditos "Jetsons: The Movie" de 1990 fazendo a voz de Spacely e no cinema no filme "The Flinstones" de 1994, fazendo a voz do dinossauro Dino. Em ambos sua voz foi captada através de gravações dos desenhos.

Mel Blanc morreu aos 81 anos por problemas cardiovasculares, no ano de 1989.

Principais Personagens Dublados por Mel Blanc:



Da esquerda para direita: Gaguinho (Porky Pig, 1937) assumindo a voz que era de Joe Dougherty; Patolino (Daffy Duck, 1937); Coelho Feliz (Happy Rabbit, 1938) protótipo do Pernalonga; Pernalonga (Bugs Bunny, 1940); Pica-Pau (Woody Woodpecker, 1940); Tartaruga Cecil (Cecil Turtle, 1941); Piu-Piu (Tweety Bird, 1942); The Hep Cat (1942) protótipo do Frajola; Private Snafu (1943) personagem retratado sobre a 2ª Guerra; Eufrasino (Yosemite Sam, 1945); Pepé Le Pew (1945); Frajola (Sylvester, 1946); Frangolino (Foghorn Leghorn, 1946); Henery Hawk (1946); Charlie Dog (1947); Mac (1947); K-9 (1948); Marvin o Marciano (Marvin the Martian, 1948); Papa-Léguas (Road Runner, 1949); Wile E. Coyote (1952); Ligeirinho (Speedy Gonzales, 1953); Diabo da Tasmânia (The Tasmanian Devil, 1954); Hortelino Troca-Letras (Elmer Fudd, 1959) assumindo a voz após a morte do dublador Arthur Q. Bryan; Barney Rubble (1960); Dino (1960); Cosmo G. Spacely (1962); Hardy Har Har (1962-64); Secret Squirrel (1965-66); Chug-a-Boom (1969); Officer Short-Shrift (1970); Capitão Caverna (Captain Caverman, 1977); Heathcliff (1980); Jerry; The Bully Brothers e Sneezly (The Peter Potamus Show).

Outros personagens: Bruno the bear (1951); Bubba McCoy; Speed Buggy (1973) e Twiki (Buck Rogers in the 25th Century, 1979).



Mel Blanc teve participação em diversos programas de rádio durante o início da carreira, inclusive fazendo uma participação especial no programa "The Abbott and Costello Show". William Bud Abbott e Lou Costello eram dois comediantes famosos nas décadas de 40 e 50.

Blanc, inventor da voz do Pernalonga era alérgico a cenoura! Ele também revelou que criou o sotaque do coelho ao misturar sotaques de dois bairros de Nova York: o Brooklyn e o Bronx.

A fala mais famosa é de Pernalonga é: "Eh, what's up, Doc?", traduzindo para o português "Hei, o que há velhinho?".

Mel Blanc, como escrito no texto, desempenhou a voz do gato Gedeão em Pinnocchio. No entanto, foi decidido que Gedeão deveria ser mudo, assim, todos os diálogos de Blanc foram cortados, com a exceção de um único soluço.

Assim como o desenho "Porky´s Duck Hunt" marcou o iníco da fase de ouro de Blanc nos estúdios da Warner, Patolino estreou nos desenhos animados justamente nesse curta.

Ele tem uma estrela na calçada da fama em Hollywood em 6385 Hollywood Blvd

A voz de Eufrasino (Yosemite Sam) era similar ao de Frangolino (Foghorn Leghorn). No desenho "Uma Cilida Para Roger Rabbit" a voz de Eufrasino e de Frangolino foi de responsabilidade de Joe Alaskey.

A voz do Mr. Spacely era similar ao de Eufrasino.

Blanc assumiu a voz de Hortelino Troca-Letras após a morte de Arthur Q. Bryan, isso em 1959.



Vida e Obra - site do IMDB

Referência:- Obituário de Mel Blanc - um resumo de sua vida

posted by Toontown | 11:45 PM | Comentários:


Segunda-feira, Fevereiro 05, 2007  

OUTRO CANAL
Mistérios de LOST voltam hoje a tv aberta

Estréia hoje na Rede Globo a 2a. temporada do seriado LOST. Nesta nova jornada, o grupo de sobreviventes explora a escotilha que foi aberta no fim da última temporada. Novos personagens serão conhecidos, assim como muitos mistérios elucidados. A série irá ao ar de segunda a sexta, após o Jornal da Globo.

Em tempo: a terceira temporada volta a televisão americana quarta-feira agora, dia 7 de fevereiro.

posted by Toontown | 3:34 PM | Comentários:


Segunda-feira, Janeiro 29, 2007  

VÍDEO-REFERÊNCIA

O Grande Prêmio do Pântano (The Super Silly Swamp Sprint) - Parte 2 - Vídeo dublado

posted by Toontown | 12:02 AM | Comentários:


Domingo, Janeiro 28, 2007  

DESENHOS-ANIMADOS

CORRIDA MALUCA - THE WACKY RACES
Ano de Criação: 1968 - EUA
Desenhista: Jerry Eisenberg e Iwao Takamoto
Estúdios: Hanna-Barbera

Uma corrida que vale tudo. Esse é o conceito da "Corrida Maluca", animação criada pelos desenhistas Jerry Einsenberg e Iwao Takamoto para os estúdios Hanna-Barbera no ano de 1968. A princípio Jerry e Iwao se inspiraram em dois longa-metragens: "A Corrida do Século" (The Great Race) e "Estes Magníficos Homens e suas Fantásticas Máquinas Voadoras" (Men in Their Flying Machines), ambos de 1965. A série foi produzida entre os anos de 1968 e 1970.
O diferencial, do que nós conhecemos como conceito de corrida, são os 11 competidores que a disputam. São 11 carros diferentes, numerados de 0 a 10, tendo em cada veículo um personagem de característica diferente. Ao todo foram 34 corridas realizadas e em todas, Dick Vigarista e seu cão parceiro Muttley tentam de alguma maneira atrapalhar os outros competidores com o propósito de faturarem a prova. Conseguem em uma, a única que eles ganham. Mas no final são desclassificados por terem feito trapaças: novidade!



Curiosamente ou não o carro de número 0 é dirigido por Dick junto com Muttley. O de número 1 é pilotado pelos dois homens da caverna, os irmãos Rock e Gravel; O de número 2 é o Cupê Mal Assombrado. O professor aéreo tinha no seu carro uma mistura de barco e navio, sendo este o de número 3. Já o de número 4 era o carro do Barão Vermelho; Penélope Charmosa, uma das mais famosas personagens desse desenho, tinha o carro de número 5; O tanque de guerra comandado pelo Sargento Bombada e o soldado Meekley era o número 6; O carro número 7 era o da Quadrilha da Morte, sendo composto pelo mesmo número do veículo: sete ladrões. A dupla caipira Luke e seu urso Blubber tinham o carro número 8; O galã Peter Perfeito e seu carro turbinado era o de número 9 e no de número 10 outra dupla: o lenhador Rufus Ruffcut e seu castor Dentes de Serra. Veja em curiosidades os nomes dos carros.



Pegando carona no sucesso, a Corrida Maluca gerou dois desenhos a parte com três de seus protagonistas: Penélope Charmosa e a Quadrilha da Morte estrelaram "The Perils of Penelope Pitstop" e Dick Vigarista e Muttle estrelaram "Dastardly and Muttley in their Flying Machines", onde os dois perseguiam a bordo de um avião dando ordens a uma esquadrilha de aviadores malucos (Klunk e Dizzy) para interceptar o pombo-correio Doodle, tentado evitar que ele entregasse a correspondência.
Entre os dubladores da animação, estão presentes:Daws Butler, Don Messick, John Stephenson, Janet Waldo, Dave Willock e Paul Winchell - este último sendo Dick Vigarista. Importante perceber a versatilidade de Butler - que dublava 6 personagens - e Messick - que fazia a voz de 10 - no desenho. Veja a lista completa abaixo:

DUBLADORES:

Versão Original:
Dick Vigarista (Dick Dastardly): Paul Winchell
Mutley: Don Messick
Irmãos Rocha (Rock): Daws Butler
Irmãos Rocha (Gravel): Don Messick
Medonhão (Big Gruesome): Daws Butler
Medinho (Little Gruesome): Don Messick
Professor Aéreo (Professor Pat Pending): Don Messick
Barão Vermelho (Red Max): Daws Butler
Penélope Charmosa (Penelope Pitstop): Janet Waldo
Sargento Bombada (Sarge Blast): Daws Butler
Soldado Meekley (Pvt. Meekley): Paul Winchell
Chug-a-Boom (Quadrilha da Morte): Mel Blanc
Clyde (Quadrilha da Morte): Paul Winchell
Ring A Ding, Dum Dum, Snoozy, Zippy, Pockets, Yak Yak (Quadrilha da Morte): Don Messick
Caipira Luke e o Urso Blubber (Luke and Blubber Bear): John Stephenson
Peter Perfeito (Peter Perfect): Daws Butler
Lenhador Rufus (Rufus Ruffcut): Daws Buttler
Castor (Sawtooth): Don Messick
Narrador: Dave Willock

Versão Brasileira:
Narrador: Neville George
Dick Vigarista, Irmãos Rocha e Medonhão: Domício Costa
Professor Aéreo: Cauê Filho
Penélope Charmosa: Miriam Thereza
Soldado Meekly: Henrique Ogalla
Clyde: Luis Carlos de Moraes
Ring-Ding: Pádua Moreira
Dum-Dum: Mário Monjardim
Peter Perfeito: Luis Carlos de Moraes



O primeiro desenho foi exibido no dia 14 de setembro de 1968. O último, no dia 7 de setembro de 1970. A série de início era transmitida nas manhãs de sábado, sempre pelo canal CBS-TV.

O desenho inspirou a realização de um filme , que foi feito em 1966, produzido pela Blake Edwards Film. O nome é o mesmo dos desenhos "The Great Race" e é estrelado por Tony Curtis, Jack Lemmon e Natalie Wood.

Afinal quantos ganhadores tiveram os 34 episódios de "A Corrida Maluca"??? A Quadrilha da Morte, Caipira Luke e seu urso, Penélope Charmosa e Peter Perfeito, ganharam cada um 4 corridas. Barão Vermelho, Irmãos Rocha, O cupê Mal-Assombrando, Professor Aéreo, Rufus Lenhador e o Soldado Meekly e Sargento Bombarda ganharam cada um 3 corridas.

Os integrantes da Quadrilha da Morte: Dum-dum, Clayde, Chorão, Zippi, Pestana e Yak Yak.

Corrida Maluca teve uma paródia no desenho "Laboratório do Dexter" no episódio de nome "Dexter´s Wacky Races".

Um jogo foi feito para computadores. Totalmente em 3D e dublado em português, "Wacky Races" usa a fórmula de jogos de console como Mario Kart, com vários personagens e power-ups (itens para equipar os carros) espalhados pela pista, numa roupagem que busca atrair os velhos fãs da série animada.

O nome do desenho pelo mundo:
Japonês: Chiki-Chiki Machine Mou race)
Catalão: Els Cotxes Esbojarrats
Português (Portugal): Corrida Mais Louca do Mundo
Espanhol: Los Autos Locos
Francês: Les Fous du Volant
Polonês: Odlotowe Wyścigi
Italiano: Le Corse Pazze
Húngaro: Flúgos futam
Romeno: "Cursele nebune"

Os nomes dos carros:
Carro 0: Máquina do Mal (Mean Machine)
Carro 1: Irmãos Rocha (Bouldermobile)
Carro 2: Coupé Assombrado (Creepy Coupe)
Carro 3: Carro Convertivel, (Convert-a-car)
Carro 4: Lata Voadora (The Crimson Haybailer)
Carro 5: Gato Compacto (Compact Pussycat)
Carro 6: Carro Tanque (Army Surplus Special)
Carro 7: Bomba Bala (Bullet Proof Bomb ¿ Chig-a-Boom)
Carro 8:Carroça a Vapor (Arkansas Chug-a-bug)
Carro 9: Turbo Terrífico (Turbo Terrific)
Carro 10: Serromóvel (Buzzwagon)

Lista de episódios - 1968-1970 (Em inglês) com a classificação dos três primeiros em cada prova



SIte não-oficial sobre o desenho

posted by Toontown | 11:00 PM | Comentários:
archives
links